30 de jan de 2013

A Farsa da Zuleide


Boa tarde, gente.

Muitos de vocês já devem conhecer a famosa Irmã Zuleide, certo?
Pois bem, eu estava navegando pelo facebook e vi a seguinte notícia, dizendo que o criador (sim, ele é homem) da página foi processado pela "dona" daquele rosto famosinho. 




Com mais de 2 milhões de seguidores no Facebook, o perfil Irmã Zuleide faz sucesso na internet desde a criação, em 2011.


O problema é que a foto usada é de uma professora de Campinas, que afirma sofrer uma série de transtornos com a situação.

O criador da personagem foi achado pela polícia, em Santos, e enquadrado nos crimes de constrangimento, injúria e difamação.

O tormento da professora começou algum tempo após postar uma foto sua no site do colégio onde trabalha. Em dezembro de 2011, uma colega lhe perguntou sobre imagens suas associadas à personagem, e a vítima desconhecia o fato.

A amiga mandou por e-mail as imagens, algumas de cunho pornográfico, segundo seu relato à polícia, e desde então ela busca remover o material da internet. O advogado da vítima já entrou com várias ações cíveis, conforme o apurado.

Ela relatou que começou a sofrer prejuízos e evita sair de casa por ter virado motivo de chacota. Também tem problemas no trabalho, pois os pais de alunos a questionam, e faz tratamento psicológico.
Durante pesquisa na tentativa de descobrir a identicidade da pessoa por trás do perfil fantasioso, o advogado descobriu que o autor desta página iria fazer um show em uma casa noturna no Centro de Santos.

Com essa informação, a vítima veio até a região, acompanhada do advogado e comunicou os fatos ao 1º DP de Santos, que passou a investigar o caso de constrangimento ilegal e difamação.
Foram apresentados vários materiais onde o rosto da vítima, representado a tal irmã era usado. São montagens com o seu rosto e variados corpos de mulheres com propagandas de shows.

Na madrugada de domingo o chefe dos investigadores do 1º DP, Luís Demétrius, foi até a boate com os policiais civis Wanderley, Edson e George.

Quando o acusado, identificado como o DJ Álvaro Oliveira Rodrigues, 30 anos, foi localizado pelos investigadores, não estava caracterizado como Irmã Zuleide. Ele foi levado até o 1ºDP, onde foi registrado um TCO. A vítima pretende representar contra ele.

Morador do Rio Grande do Norte, o rapaz contou ser DJ desde agosto passado, mas que a criação da personagem é anterior, desde setembro de 2011. Ele começou com uma conta na rede social Twitter.

Sua intenção era fazer uma sátira a Igreja Evangélica e “ironizar” seus seguidores, ele afirmou que achou a foto da professora ao pesquisar na internet, aleatoriamente.

Em uma semana, já havia 10 mil seguidores e ontem, mais de 400 mil. Em abril passado, foi criada a página do Facebook.

(Fonte: Fatos Desconhecidos, Facebook)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• REGRAS DOS COMENTÁRIOS •

Nada de "Seguindo! Segue de volta?" ou "Legal. Visite o meu blog". Faça isso, e estará me convidando a NÃO ver o seu blog!
→ Deixe o link do seu blog para ter a visita retribuída, mas não abuse!
→ NÃO façam requests pelos comentários. Utilize a Ask.
→ Comente apenas sobre a postagem!
→ Sugestões e críticas construtivas são bem vindas, ofensas não.